0 5 min 1 mês

União Nacional por Moradia Popular aprova projetos do programa Minha Casa Minha Vida Urbanos e Rurais no Tocantins.

A União Nacional por Moradia Popular Tocantins, juntamente com suas entidades filiadas, anunciou recentemente a aprovação de diversos projetos urbanos e rurais do programa Minha Casa Minha Vida. Essa conquista representa um avanço significativo na busca por moradia digna para a população tocantinense.

Ao todo, foram aprovadas 544 unidades habitacionais, sendo 100 unidades urbanas em Porto Nacional. Dessas, 50 serão destinadas ao Movimento Social de Luta pela Moradia Digna e as outras 50 à Associação dos Trabalhadores na Habitação e Agricultura Familiar do Tocantins – Assohtrato. Essas organizações têm desempenhado um papel fundamental na luta pela moradia popular, garantindo que as famílias mais vulneráveis tenham acesso a uma habitação adequada.

Além de Porto Nacional, outras cidades também foram contempladas com projetos do Minha Casa Minha Vida. Dianópolis receberá 50 unidades habitacionais, que serão administradas pelo Instituto Verde Novo de Desenvolvimento Humano. Miracema contará com 50 unidades, sob responsabilidade do Instituto Visão Solidária, enquanto Itapiratins terá 50 unidades gerenciadas pelo Instituto de Desenvolvimento Humano da Região Amazônica.

A capital do estado, Palmas, será beneficiada com a construção de 144 unidades habitacionais, que serão administradas pela Associação de Preservação Ambiental e Valorização da Vida – Ecoterra. Essa iniciativa busca não apenas fornecer moradia digna, mas também promover a valorização do meio ambiente e a sustentabilidade.

Além das unidades urbanas, também foram aprovadas 50 casas rurais em Conceição do Tocantins, que serão gerenciadas pelo Instituto Verde Novo de Desenvolvimento Humano. Axixá receberá mais 50 unidades, destinadas ao Movimento Social de Luta pela Moradia Digna. Já Guaraí contará com 50 casas rurais, administradas pela Associação dos Trabalhadores na Habitação e Agricultura Familiar do Tocantins – Assohtrato.

Esses projetos representam uma importante conquista para a população tocantinense, especialmente para aquelas famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social. A moradia digna é um direito básico e essencial, e iniciativas como essa contribuem para a redução das desigualdades e para a promoção de uma sociedade mais justa.

É importante ressaltar o papel fundamental das entidades filiadas à União Nacional por Moradia Popular Tocantins nesse processo. Essas organizações têm se dedicado incansavelmente na defesa dos direitos das famílias em situação de vulnerabilidade, buscando soluções para a questão habitacional e lutando por políticas públicas mais eficientes nessa área.

Também filiada a UNMP, o Movimento Casa Terra Trabalho e Liberdade – MCTTL, atuante em mais de 60 municipios do Estado, faz parte dessa luta, tendo projetos aprovados em diversos cidades que atua ativamente, tanta urbanas quanto rurais.

A aprovação desses projetos é um passo importante, porém, ainda há muito a ser feito. A demanda por moradia popular no Tocantins é grande e é necessário o engajamento de todos os setores da sociedade para que mais famílias tenham acesso a uma habitação digna.

A União Nacional por Moradia Popular Tocantins e suas entidades filiadas seguem firmes na luta por moradia digna e continuarão trabalhando incansavelmente para garantir que mais projetos sejam aprovados e mais famílias sejam beneficiadas. A conquista dessas 544 unidades habitacionais é um exemplo do poder da mobilização social e da importância de se unir em prol de uma causa tão fundamental como o direito à moradia.

O Coordendor Nacional da UNMP, Adelmário Alves ressaltou que “valeu e valeu a pena lutar por direitos, garantir o direito a moradia digna para quem não tem sua moradia, me motiva a continuar lutando, a luta continua e novas conquista estão por vir“. Também Coordenadora, Carla Coelho “Fico Feliz em fazer parte dessa conquista, ainda mais, quando as mulheres serão protagonistas dessa conquista, a maioria dos beneficiaodas miulheres chefes de família, parabéns a todos pela luta“.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *